Guia do tratamento com toxina botulínica - parte 2
Cuidados com o rosto

Guia do tratamento com toxina botulínica – parte 2

O tratamento com toxina botulínica é a técnica de rejuvenescimento facial mais popular entre homens e mulheres que querem se livrar da expressão pesada causada pelas rugas. O procedimento consiste na aplicação dessa toxina, que na verdade é uma proteína retirada de uma bactéria, nas chamadas rugas dinâmicas, aquelas que aparecem quando franzimos a testa ,em volta dos olhos quando sorrimos (os famosos “pés de galinha’’) ou quando enrugamos sem perceber a área entre as sobrancelhas.

Muita gente ainda tem dúvidas para quê exatamente ela serve, como e quando deve ser utilizada e quais são os efeitos que ela pode causar depois de aplicada.

Há quem confunda os efeitos desse tratamento com os do preenchimento, que pode deixar os lábios muito mais volumosos (você já deve ter percebido isso em algumas famosas por aí) ou causar também o aumento das bochechas, dando às vezes uma aparência artificial. A toxina não tem esse efeito, apenas paralisa temporariamente os músculos que produzem as rugas dinâmicas. Portanto, é um erro achar que ela aumenta os lábios ou dá volume ao rosto.

Como todo procedimento estético, ainda que de intervenção mínima, deve-se ficar por dentro das orientações. Saiba quais são no caso da aplicação da toxina botulínica:

Escolha o profissional certo

A escolha de um profissional preparado para realizar o procedimento com segurança é o primeiro passo. Verifique se o seu dermatologista é associado à Sociedade Brasileira de Dermatologia. Essa associação é muito importante, uma vez que minimiza as chances de complicações relativas ao procedimento. O médico é quem deve orientá-lo quanto à necessidade de realizar o tratamento, suas indicações e possíveis efeitos adversos. Além disso, é ele quem indicará o melhor procedimento para o resultado que você pretende.

Contraindicações

São poucas as contraindicações do uso da toxina botulínica. Grávidas, mulheres que estão amamentando e pessoas com doenças autoimunes (como Lúpus) e neurológicas que afetam os músculos, como a esclerose múltipla não podem fazer aplicações. É importante ressaltar que o tratamento com toxina botulínica não elimina as rugas de vez, e sim ameniza as marcas. Ou seja, pessoas com o rugas mais profundas e flacidez, podem não ter o resultado esperado. A duração do efeito do tratamento é de aproximadamente 6 a 8 meses, variando entre cada pessoa. Ou seja, após esse período, caso queira o mesmo efeito novamente, é necessária uma nova aplicação.

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)