Implante de cabelo feminino: dicas para obter o melhor resultado
Queda de cabelo

Implante de cabelo feminino: dicas para obter o melhor resultado

Já falamos sobre implante de cabelo masculino em outro post do blog, com tudo que você precisa saber sobre as técnicas mais usadas para implantar e transplantar cabelo. Agora o foco será nas dicas para implante de cabelo feminino. Afinal, as mulheres também podem ter calvície e queda de cabelo intensa, causando as tão indesejadas falhas capilares.

É difícil lidar com a perda de cabelo, independente do gênero. No entanto, as mulheres tendem a sofrer mais com os estereótipos e imposições da sociedade, que as julgam de todas as maneiras possíveis. Parece que existe uma liberação para homens calvos, mas uma negação intensa para mulheres com o mesmo problema, tratando-o como se fosse um pecado. Algumas pessoas convivem bem com a calvície, mas outras buscam ajuda e devemos respeitar ambas as escolhas.

Se você já tentou vários tratamentos e nada deu certo, talvez seja a hora de investir no implante ou transplante capilar. Ainda existe uma confusão entre os termos. Para simplificar, o implante não precisa de área doadora, ou seja, uma região do couro cabeludo com maior presença de fios com qualidade genética superior. Já no transplante capilar, os fios com qualidade genética superior são retirados de uma área doadora do próprio paciente e implantados em suas falhas.

Outro tema que confunde a cabeça das pessoas é a diferença entre calvície e a queda de cabelo. A calvície é uma doença crônica, evolutiva e hereditária. Diferente da queda de cabelo, que pode ter diversas causas e exige maior investigação para obter um diagnóstico correto.

O implante é indicado para quais situações?

O implante de cabelo é indicado para mulheres que desejam diminuir a verticalidade da testa e atenuar as dimensões desproporcionais com o resto da face, fios ralos na região superior ou na frente da cabeça e entradas profundas.

Qualquer mulher pode fazer o procedimento?

Infelizmente, não. O implante capilar em mulheres com insuficiência de cabelo na área doadora pode ser inviável ou ter um resultado insatisfatório. Em casos assim, o implante de fios sintéticos é uma opção, mas é sempre bom lembrar que a técnica pode não ser definitiva e que existe a possibilidade do cabelo voltar a cair.

O transplante capilar entre pessoas não é impossível, porém não é indicado por médicos para fins estéticos. Como os fios são interpretados com estranheza pelo organismo, podem ser rejeitados pelo corpo e ainda

Qual é a diferença entre implante de cabelo feminino e masculino?

Nas mulheres, o desenho do implante é descendente e a incisão do fio acompanha a direção das madeixas, para baixo, com o intuito de manter a linha natural feminina. Já nos homens, as entradas são preservadas e a direção da implantação dos fios é coerente com a forma como o homem penteia o cabelo na região frontal, para trás ou para os lados.

Como é a recuperação?

A recuperação é rápida, mas exige descanso de três dias e retorno total às atividades simples do dia a dia em quatro. Nada de esforços físicos intensos por até 30 dias. Após três ou cinco semanas do procedimento, os fios implantados caem. Depois de três ou quatro meses os fios definitivos começam a nascer. A média de crescimento do fio é de 1 centímetro por mês. Só há alta dois anos após o implante de cabelo, quando toda região tratada já tiver crescido. Durante esse período, será necessário manter um acompanhamento trimestral, no qual os médicos costumam indicar produtos para higiene e crescimento capilar.

Ficou com alguma dúvida sobre implante de cabelo feminino ou masculino? Envie sua pergunta para a dermatologista e oriente-se sobre o assunto!

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)