Perguntas e respostas

Cutículas inflamadas: como evitar e o que fazer

01_2

Fazer a cutícula está entre os hábitos de quem cuida das unhas semanalmente. As mulheres são maioria, mas muitos homens também passaram a incluir essa limpeza na rotina. Primeiramente, esse cuidado com as unhas é muito relacionado à estética, mas devemos dar atenção também à questão da saúde, pois são as cutículas que promovem a proteção das unhas.

O que eventualmente acontece, diante disso, é que vez ou outra as pessoas enfrentam inflamações nas cutículas, como vermelhidão, pelinhas machucadas e até inchaços causados, principalmente, por uma retirada exagerada da cutícula ou por falta de esterilização dos utensílios utilizados para a sua remoção, além de ressecamento da pele.

Essa dor é um tanto quando aguda e quem já passou por isso sabe como pode se tornar incômodo.

O problema é quando esse quadro evolui para uma infecção causada por bactérias e fungos, principalmente em quem mantem as mãos muito molhadas, como nas atividades do dia a dia.

O que fazer quando a cutícula inflamar, causando dor?

A melhora costuma acontecer em alguns dias, dependendo de sua cicatrização, mas em casos onde a dor se intensifica, principalmente com a presença de pus, é recomendado que procure um dermatologista, evitando que o machucado torne-se crônico e afete a matriz da unha. Só o especialista poderá avaliar o caso e prescrever o medicamento certo.

Curativo nas unhas: pode ou não?

Quando a unha está inflamada e soltando algumas pelinhas, o simples fato de encostar o dedo em qualquer canto torna-se uma situação dolorosa. Por causa disso, muita gente opta por cobrir a área machucada com um curativo, na tentativa de preservá-la.

Cobrir o dedo não é a melhor opção, já que no decorrer do dia, ao lavar as mãos, por exemplo, o curativo permanecerá molhado, facilitando a proliferação de bactérias e, como consequência, piorando a inflamação. O melhor a se fazer, nesse caso, é utilizar alguma pomada e procurar o dermatologista caso não aconteça melhoras.

Qual é a alternativa para evitar a inflamação das cutículas?

Removê-las é uma questão estética e não são apenas elas que ficam desidratadas e inflamadas quando acontece alguma coisa: as suas unhas também podem enfraquecer, ter alterações de cor e até mesmo diminuir o ritmo de crescimento. O ideal é que não se remova a cutícula e passe a hidratá-las, além de utilizar bases fortalecedoras para as unhas.

Não é fácil abandonar esse hábito, mas indicamos alguns passos para quem quer começar a encarar as unhas com cutículas e entender que elas fazem muito bem para a saúde da unha:

– Antes de fazer as unhas, aplique um amolecedor de cutículas, como de costume

– Depois de 3 minutos com o produto, utilize uma escovinha para massagear e remover com delicadeza pelinhas que estejam sobrando.

– Após esse passo, verifique se há alguma pele sobrando depois da esfoliação, como as que ficam levantadas e remova apenas essa parte com o alicate

– Finalizado o processo, hidrate. Esse é o mais assertivo e o que fará com que as suas cutículas tenham uma aparência cada vez melhores. Faça isso tanto no momento de preparar as unhas, quanto no dia a dia.

 

Já passou por essa situação? Quer saber mais sobre os cuidados com as mãos e unhas? Então, pergunte ao dermatologista!

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)

  • Responder Simone 21 de fevereiro de 2017 at 17:23

    Boa tarde,gostaria de uma indicação de como procederpra amenizar a inflamação na cutícula, já ficou crônica, por conta do meu trabalho,fico o tempo todo com as mãos debaixo da torneira.

    • Responder Pergunte Ao Dermatologista 22 de fevereiro de 2017 at 12:12

      Simone, o primeiro passo é utilizar luva quando estiver em contato com a água a produtos de limpeza (tanto em casa quanto no trabalho), pois é esse contato que causa a inflamação nas cutículas. O segundo é procurar um dermatologista pra indicação do tratamento que vai melhorar seu desconforto.