Perguntas e respostas

Millium: as famosas bolinhas brancas, difíceis de remover.

milium-na-pele-rosto-0117-1400x800

Millium: esse problema lhe é comum? E se falarmos naqueles pontinhos brancos que aparecem na pele, você reconheceria? O Millium sebáceo é exatamente isso, aquela bolinha branca que aparece na pele, muitas vezes confundidas com cravos ou espinhas, que muita gente já tentou mexer na intenção de removê-la, mas, sem sucesso!
Afinal, por qual razão eles aparecem e porque são tão difíceis de remover?
O que é o Millium?
São essas bolinhas brancas, pequenos cistos, que aparecem por causa do acúmulo de queratina e células mortas em nossos poros. Você já deve ter percebido que elas são muito mais frequentes no rosto, principalmente próximo aos olhos, e não doem. O que impede sua remoção é que elas são revestidas de pele, ou seja, fica abaixo da nossa pele, ao contrário das espinhas, por exemplo, que erupcionam.
Não há um grupo de pessoas específicas que são atingidas pelo problema, apesar de serem bastante comuns em recém-nascidos e indivíduos com a pele oleosa. O Millium surge de forma espontânea, com pessoas de qualquer idade ou tipo de pele. Ainda que possa crescer de forma exagerada, eles não são malignos e não causam problemas maiores.
Millium primário ou secundário?
O incomodo do millium é apenas estético, mas, você pode procurar um dermatologista para removê-lo e, antes de qualquer coisa, diagnosticar a origem e o tipo, podendo ser primário, quando surgem sem causas aparentes, ou secundários, provocados por alguma doença ou após procedimento dermatológico.
O que motiva seu surgimento?
Ainda é um caso de estudos, mas já sabemos que ele pode estar ligado a alguns processos, como tratamentos que envolvem a cicatrização da pele  (lasers ou pellings mais profundos) ou doenças dermatológicas.
Remoção e cuidados
Como já mencionamos, remover o millium é bem complicado e a remoção não é feito com remédios ou pomadas, mas sim com agulhas, procedimento realizado por dermatologistas. Há também a opção de removê-los, em alguns casos, com limpeza de pele, principalmente os menores.
Muitas pessoas tentam removê-las em casa com agulhas, mas alertamos para o perigo de infecções, cicatrizes e manchas, levando a outro problema dermatológico.
Não há uma regra para evitar as bolinhas, mas os primeiros passos são manter a pele limpa e usar o tipo de produto correto para sua pele.
Já teve algumas experiências com millium ou ficou alguma dúvida sobre o caso? Mande sua pergunta para o Dermatologista!

 

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)