Perguntas e respostas

Bolsas nos olhos, como tratar ou prevenir?

bolsa-nos-olhos-102016-1400x800

Vocês já devem ter percebido o quanto é sensível a pele na região dos olhos – ela possui apenas 4 milímetros de espessura. Exatamente por isso é que essa região incomoda tanto e é sempre a primeira a dar seus sinais de cansaço e envelhecimento.

Dentre os problemas aparentes, como rugas e olheiras, estão as bolsas que se formam e acabam incomodando muita gente. Será que você sabe exatamente o motivo pela qual elas aparecem e qual a melhor forma de amenizar esse problema?

Essas bolsinhas nada mais são que consequências do acúmulo de liquido ou gordura na região, associada à flacidez de pele que ocorre com o envelhecimento. São elas que conferem esse aspecto de “sombra” ou algo parecido com olheiras.

Quais são as causas das bolsas nos olhos?

Fatores hereditários podem influenciar muito o aparecimento de problemas estéticos nessa região, mas alguns hábitos do dia a dia ajudar a trazer as consequências que citamos acima.

Quando o problema é mesmo a retenção de líquidos, o ideal é evitar tudo o que pode agravar esse quadro, como dormir melhor, não ingerir bebidas alcoólicas e evitar os alimentos com muito sal.

E quando o problema é causado por acúmulo de gorduras, o processo de envelhecimento é o maior culpado. O que acontece nesse caso é que os músculos e ligamentos que sustentam a gordura da face são comprometidos, causando a flacidez.

Qual é a melhor forma de amenizar o aspecto

Existem algumas formas de amenizar a situação. No caso do acúmulo de líquidos na região, as melhores alternativas e formas de melhorar a aparência são as drenagens linfáticas, além da aplicação de compressas frias e produtos indicados por dermatologistas que tenham propriedades calmantes e vasoconstrictoras.  Esses cosméticos devem ser à base de ingredientes refrescantes, antioxidantes e calmantes, como a cafeína, vitamina C e ácido hialurônico.

Diariamente, tente fazer um procedimento que ajuda na drenagem linfática, desinchando a região, que é pressionar as glândulas lacrimais com movimentos circulares suaves, direcionados pra fora .

Já para o envelhecimento da região, a sugestão é um tratamento mais eficaz, como substâncias preenchedoras e até a blefaroplastia, uma cirurgia plástica realizada nas pálpebras, que retira o excesso de pele da região. .

Cada caso tem a sua particularidade e a visita ao dermatologista dirá qual é a forma mais indicada de tratamento para o seu.

A prevenção ainda é a melhor opção

Tratar essa região é totalmente possível, mas, evitar que esse quadro apareça é muito mais simples e pode acontecer com pequenas mudanças em nossos hábitos.

– Alimente-se com qualidade: não é necessário cortar totalmente a gordura e sal da alimentação, mas você pode adotar uma mais equilibrada, principalmente incluindo mais frutas, legumes e verduras.

– Durma melhor: poucas horas de sono podem aumentar o inchaço no rosto, em especial na região das pálpebras. O ideal é dormir sempre 8 horas por dia, no mínimo.

– Evite maus hábitos: a pele dos olhos, por ser muito frágil, reflete hábitos nocivos, como o excesso de álcool e tabagismo.

– Beba mais água: nada melhor para a retenção de líquidos: mais água! Essa ingestão pode auxiliar na eliminação das toxinas, melhorando aparência do corpo em geral, incluindo a região das pálpebras.

 

Tem dúvidas sobre cuidados com essa área dos olhos e precisa de nossa ajuda? Então, aproveite e mande a sua pergunta para o dermatologista!

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)