Perguntas e respostas

Conhece o Resveratrol? E a “molécula da longevidade”?

264c7e39-4ce6-44c5-ba95-589c5c5367b7

A princípio, muita gente nunca ouviu falar na tal “molécula da longevidade”, nome que costuma atrair a atenção, porque, é claro, remete à juventude e faz lembrar uma forma de manter a pele jovem, mesmo com o passar dos anos. Então, vamos começar deixando claro o que ela é e como atua.

O que é a molécula da longevidade e por que recebe esse nome?

Assim como nosso organismo necessita de determinados nutrientes, não é diferente com a nossa pele. E se te uma coisa que faz super bem para a pele, são os antioxidantes!

Nesse meio, existe o resveratrol, o antioxidante que recebeu o nome de “molécula da longevidade”. Ele ajuda a combater os elementos que são responsáveis pelos sinais do envelhecimento, além de acalmar a pele e melhorar sua aparência.

Existem muitos tipos de antioxidantes, todos que fazem muito bem para a pele e que também são muito utilizados em produtos cosméticos, mas, entre esses, há os que se destacam bastante – é o caso do resveratrol!

De onde o resveratrol é retirado?

Ele é muito encontrado nas uvas, especialmente nas cascas e sementes, e seus derivados, como o vinho tinto, por exemplo. Você provavelmente já ouviu falar que o vinho tinto faria bem à pele, não? Mas, nesse caso, o seu consumo deve ser moderado, já que o álcool pode ser prejudicial! Além das uvas, o resveratrol também é encontrado no amendoim, cacau em pó e nas frutas vermelhas, como o morango, cereja, framboesa, entre outras!

Como o resveratrol age?

Quando dizem que ele “ativa a molécula da longevidade”, significa que ele estimula o corpo a produzir antioxidantes naturais. Esse ativo age no DNA da célula, em sítios de ligação específicos na epiderme, ajudando a inibir atividades de enzimas, protegendo a pele contra danos da exposição solar e radiação ultravioleta, reduzindo edemas e liberação de radicais livres. Ou seja, ele retarda o envelhecimento cutâneo acelerado, que é causado por fatores externos – como a poluição, a alimentação e a exposição ao sol, como dito anteriormente.

Forma de usar o resveratrol

Com exceção de pessoas alérgicas ao ativo, o resveratrol é recomendado para todo tipo de pele e pessoas, preferencialmente acima dos 25 anos, quando os primeiros sinais de envelhecimento já começam a aparecer.

Ele tem uma ação melhor no período noturno, quando pode atuar reparando os efeitos dos radicais livres que são acumulados durante o dia.

É claro, como todo ativo ou produto, você precisa se consultar com um dermatologista e entender a necessidade de tratamento e de qual forma ele deverá ser feito, porque apesar de ser recomendado para todo tipo de pele, a dosagem, forma e tratamento são únicos e diferentes para cada um. Por isso, consulte um dermatologista e faça um acompanhamento também.
Gostou de saber sobre o resveratrol? Se restou alguma dúvida sobre o antioxidante, ou qualquer outra relacionada ao envelhecimento da pele, envie sua pergunta para o dermatologista e responderemos à sua questão!

 

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)