Perguntas e respostas

As verdades sobre o óleo de coco do ponto de vista dermatológico

26185462

É muito difícil encontrar alguém que não tenha escutado sobre as maravilhas que o óleo de coco pode fazer, especialmente pelo cabelo, e muitos já se entregaram à curiosidade de utilizá-lo para comprovar se realmente dá certo.

Como as informações são muito variadas, muitas pessoas ainda não entenderam onde e como realmente devem utilizá-lo, para que o efeito esperado aconteça, seja para o corpo, de maneira geral, ou para os cabelos e pele.

Por isso, viemos esclarecer, do ponto de vista médico, o que realmente dá certo em relação ao óleo de coco e o que é mito no contexto dermatológico.

O que é o óleo de coco e por qual motivo ele tem sido tão comentado?

O óleo de coco é um verdadeiro bactericida e antifúngico natural que, além de tudo, também é um poderoso hidratante, pois é facilmente absorvido pela pele. Isso tudo faz dele o produto multiusos que tanto tem se falado por aí – porque ele parece ser ótimo para diversas finalidades.

Existem muito produtos no mercado e muitos que levam no rótulo o nome de óleo de coco, porém, para fazer jus a tudo o que ele pode realmente proporcionar, precisa ser o óleo 100% natural, ou extravirgem, caso contrário, os benefício do óleo de coco podem ser anulados.

Quais são as indicações para o uso do óleo de coco e o que realmente esperar dele na pele?

Uma das grandes indicações, é que se utilize o óleo de coco nas regiões mais secas da pele, porque ele realmente funciona em locais como os cotovelos, joelhos e até calcanhares. O ideal, nesses casos, é utilizá-lo para esfoliação e hidratação. Ou seja, nas regiões mais ressecadas, você pode esfoliar com um mistura do óleo de coco e açúcar. Se não houver tanto ressecamento, o uso pode ser apenas para hidratação das áreas.

Outro ponto muito importante é que ele hidrata e cuida da pele, sem obstruir os poros e sem tornar a pele mais oleosa, mesmo sendo um óleo, desde que usado em pequena quantidade.

Para as queimaduras de sol, o óleo de coco também pode ser um importante aliado, já que acalma e hidrata a pele.

E, poucas pessoas sabem, mas ele pode ser um bom demaquilante, especialmente para pessoas com a pele mais sensível.

E nos cabelos, quais são seus benefícios?

Esse é um dos usos mais conhecidos para o óleo de coco, nesse contexto. Ele realmente funciona e é importante que seja utilizado sempre em apoio a uma máscara e não sozinho. Ele pode ser misturado, por exemplo, a alguma máscara de hidratação.

O que muita gente não sabe, é que ele pode ajudar com problemas de caspa. Assim como na pele, ele não deixa o couro cabeludo oleoso, desde que aplicado no comprimento dos fios, e não na raiz. A prova disso é que ele ajuda a controlar a secreção de óleo a partir do couro cabeludo, que é uma das principais causas da caspa.

Você também pode utilizá-lo antes do shampoo, para retirar as impurezas e ajudar na hidratação. Esse passo, inclusive, é ótimo para quem tem os cabelos especialmente mais ressecados.

 

E você, já utilizou o óleo de coco na pele e cabelos e tem suas impressões sobre? Divida conosco! Se você ainda tem alguma pergunta a fazer, fique à vontade e envie sua pergunta para o dermatologista!

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)