Perguntas e respostas

Qual escolher entre sérum, gel e creme?

beneficios-textura-serum-pele

Essa é uma dúvida que muita gente ainda tem e que é essencial que todos saibam a resposta, até mesmo para que se consiga mais sucesso nos tratamentos e cuidados diários, sejam por produtos indicado por dermatologistas, seja aqueles básicos, que podemos usar livremente. A questão é: com tantas opções de texturas de produtos, qual é a mais correta a se escolher e qual será melhor para o meu caso?

Primeiro, é importante entender que se existem diferentes tipos de produtos, é porque há alguma diferença entre eles e que para cada tipo de pele existe a alternativa mais adequada. Portanto, reunimos aqui as mais encontradas e indicamos em quais casos elas são mais adequadas. Confira!

Por qual razão existem texturas diferentes?

A maioria delas está ligada à facilidade de aplicação e, dessa maneira, adesão ao uso, fazendo com que o produto seja realmente funcional. O produto final nada mais é que o “veículo”, ou seja, a forma como determinado ativo chega até você. E, para cada ativo, pode haver substâncias especiais e fórmulas que funcionem melhor em cada pele.

Creme

Essa é forma de produto que todos nós já conhecemos e também é a mais concentrada de todas. Ele também possui a maior quantidade de ativos ligados à nutrição e hidratação da pele. Porém, pelo grande poder de hidratação e pela densidade, podendo assim fechar os poros, por exemplo, não é  indicado para quem tem a pele oleosa ou acneica, sendo mais indicados para peles secas ou maduras.

Gel-creme

Como o nome sugere, é uma mistura entre creme e gel que acaba dando resultados melhores em peles mistas ou aquelas peles que costumam ter uma tendência à oleosidade, geralmente na região T, com extremidades um pouco mais secas.

Gel

Quem tem a pele mais oleosa e com um leve brilho, pode preferir essa versão. O gel é livre de óleos e apresenta uma cobertura mais seca, mas, ainda assim, é fácil de aplicar. Por outro lado, quem tem tendências ao ressecamento é melhor evitar. A textura é bem fina e a absorção costuma ser mais rápida, ou seja, ela não permanece por tanto tempo na superfície, penetrando melhor na pele.

Sérum

Já o sérum é a versão mais leve e suave de todas. Há vários tipos no mercado, como os que preenchem melhor as linhas e rugas, além dos anti-idade que previnem o envelhecimento, e até alguns ácidos.

A grande vantagem dessa versão diz respeito à sua base: a água! Por isso, além de leve, sua textura é mais fluida e penetra com mais facilidade na pele, também de forma mais profunda. Além disso, ele também possui alta concentração de ativos. É um tipo de textura que tem se adequado bem a maioria das pessoas, de todos os tipos – ainda que as peles mais secas exijam um pouco mais de hidratação encontrada nos cremes – e ainda possuem preços um pouco mais elevados, de maneira geral!

 

Sempre comentamos e frisamos que o tipo de pele é o indicador de muitas coisas, especialmente dos tratamentos mais adequados e, nesse caso, da textura exata do produto a ser usada. Todos trarão o resultado esperado, desde que seja aplicada a formula correta, no tipo de pele correta. Outro detalhe: não use produtos sem a recomendação de ser dermatologista!

Se você também tem duvidas na hora de escolher seus produtos e adoraria receber uma orientação sobre, fique à vontade e envie sua pergunta para o dermatologista!

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)

  • Responder Maria Anita Moriy Pane 7 de junho de 2017 at 13:32

    Olá, tenho 60 anos e uma pele muito boa. Posso utilizar Redermic R durante o dia, mais protetor solar e usar 2 vezes na semana, à noite VITANOL A?