Perguntas e respostas

As vitaminas são essenciais à pele, mas tome cuidado com a Hipervitaminose!

978

Com a popularização de tantas informações e dicas de beleza, sejam elas para cabelos, pele ou unhas, é necessário ter muita cautela ao iniciar qualquer tratamento.

Dizemos isso porque, ainda que um tratamento tenha dado certo para uma pessoa, não significa que o resultado será unânime, e a explicação é basicamente essa: se você tem algum problema com seus cabelos e pele, ou simplesmente não está feliz com seu aspecto, é preciso investigar quais as possíveis causas e tratá-las a partir daí, para que a melhora da aparência ou do problema seja uma consequência. Mas, por qual motivo estamos falando disso?

Porque além de errar no tratamento e não notar resultado algum, existe um problema mais sério, causado pelo uso de vitaminas de maneira errada, ou em excesso.

A ausência e o excesso das vitaminas

Todos nós sabemos que a ausência de algumas vitaminas no corpo podem acarretar diversos problemas, tanto ao organismo, quanto à saúde e aparência da pele. Porém, o diagnóstico correto e a suplementação apenas quando necessária é que trará resultados satisfatórios.

Não é difícil encontrarmos dicas, receitas e até indicações de pílulas, como as chamadas “pílulas da beleza”, “shampoo bomba”, entre tantas outras saídas que se tornaram tão conhecidas e testadas por muita gente. O grande problema é que todas essas vitaminas, quando em excesso, podem causar um problema chamado Hipervitaminose.

O que é a Hipervitaminose

Tida como uma espécie de “envenenamento” por vitaminas, a hipervitaminose caracteriza o excesso delas, causando intoxicação. As que geram problemas mais graves, quando em excesso, são a Vitamina A e D.

A hipervitaminose dificilmente ocorre quando consumimos alimentos com essas vitaminas, mas sim quando utilizamos ou ingerimos suplementos vitamínicos em excesso, ou sem necessidade.

Os sintomas são vários, a depender da vitamina utilizada, mas, do ponto de vista dermatológico, podem ser notadas pela queda de cabelo repentina, fissuras labiais, pele ressecada e áspera, além de reações alérgicas e problemas ainda mais sérios, como problemas e até parada no aparelho respiratório.

Dicas

Assim como sempre alertamos por aqui, todo tipo de problema, por menor que pareça ser, deve ser examinado por um dermatologista, na intenção de se encontrar sua verdadeira causa. As vitaminas, suplementações, produtos cosméticos e dermocosmeticos podem fazer toda a diferença e trazer ótimos resultados, mas quando indicados e utilizados de maneira correta!

Por isso, procure sempre um dermatologista antes de começar a testar tratamentos, isso fará toda a diferença e evitará problemas ainda maiores que os iniciais.

 

Se você tem alguma duvida relacionada ao uso de vitaminas para fins dermatológicos, envie sua pergunta para o dermatologista!

 

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)