Perguntas e respostas

Cuidados especiais com as pálpebras: como fazer e por qual motivo a região requer mais atenção

shutterstock_427691623

Vamos falar dessa região que sofre diariamente muito desgaste, irritações, ressecamentos e que também é uma das primeiras áreas onde notamos os sinais do tempo, por inúmeros motivos.

É exatamente sobre esse motivos que falaremos, além de algumas dicas sobre cuidados e atenção essa área dos olhos necessita. Mas, para isso, precisamos entender primeiramente o que faz das pálpebras uma região que requer tantos cuidados.

Por que devemos cuidar das pálpebras de maneira diferente?

Devemos lembrar que estamos falando de uma região naturalmente mais sensível no rosto. Além disso, ela tem menos colágeno e menos elastina. Faça o seguinte: passe os dedos nas pálpebras e você já notará que ela é bem mais fina em comparação às outras áreas da face. Notou? E tem outra coisa. Nessa região os vasos sanguíneos são mais superficiais. Essas são as razões pelas quais devemos tomar um cuidado extra e diferente com as pálpebras em todos os sentidos, tanto na forma de tocá-las, lavá-las, maquiá-las e principalmente com relação aos produtos utilizados – que devem ser diferentes.

Também é da natureza dessa área que sofra mais desgastes – piscamos, nos expressamos e estamos em contato direto com os olhos o tempo todo.

Se todos esses cuidado, e alguns outros, não forem tomados, o resultado será inflamações, irritações e as temidas áreas ressecadas na pálpebra, além das consequências estéticas, como rugas e as linhas de expressão.

Sensibilidade

Falamos ali em cima sobre a forma como tocamos as pálpebras. Em alguns casos, o ressecamento da pele da região pode vir de uma irritação sofrida pela maneira como passamos os dedos nela.

Por isso, a dica é: movimente seus dedos com muita suavidade sobre as pálpebras, seja na hora de lavá-las, utilizar dermocosméticos ou maquiagens. Tente sempre utilizar as pontas dos dedos, sem movimentos circulares, mas com movimentos sempre lineares, de dentro para fora.

Proteção Solar

Essa área, como podem imaginar, também é mais sensível ao sol e, incrivelmente, é uma das áreas que menos recebem o filtro solar. O medo é o de acumular o produto ao redor do olhos ou até mesmo que caia e provoque ardência, não é mesmo? A dica é utilizar muito óculos de sol e também maquiagens para essa região (como os corretivos, por exemplo), que já venham com filtro solar.

Produtos utilizados nas pálpebras

Nem todos os produtos que você utiliza no rosto podem ser utilizados na região das pálpebras. Lembre-se que você já percebeu que a pele nessa região da face é muito diferente.  Portanto, fique atento às maquiagens e demaquilantes – os que contêm álcool não devem passar pela região. Os produtos utilizados para esfoliação ou para amenizar acnes também não devem ser utilizados ao redor dos olhos.

Como a pele das pálpebras é mais fina, ela precisa de um produto que seja mais leve e também mais fluido, além de ser utilizado em poucas quantidades, afinal, como a pele é mais fina, a absorção acontecerá mais rápido.

Um dermatologista te ajudará a encontrar o produto mais indicado para a região, de maneira mais individual, isso é, analisando a sua pele.

Indicações para a região

Além de todos os cuidados que citamos acima, a partir do início da fase adulta já devemos passar a tomar alguns cuidados com a pele das pálpebras. Como é uma área com menos glândulas sebáceas, o ideal é repor a hidratação, a princípio. Por isso, no começo da fase adulta, quando ainda não é necessário se preocupar com os sinais do tempo, os cremes  hidratantes específicos para essa área dos olhos sao essenciais.  Depois disso, a partir dos 25, podemos começar a pensar em dermocosmeticos com alguns principio ativos, como o Aloe Vera, retinol, Vitamina C, entre outros. Os princípios ativos e suas concentrações vão mudando conforme a idade avança, portanto, é imprescindível que se faça um acompanhamento com o dermatologista, que poderá indicar o melhor tratamento para cada fase.

 

Tem duvidas em relação às pálpebras, problemas comuns, tratamentos, ou gostaria de compartilhar uma situação? Fique à vontade e envie sua pergunta para o dermatologista. Em breve, responderemos à sua questão!

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)