Perguntas e respostas

Como se livrar do chulé ao usar sapatos com frequência?

shoe-photo

Todo mundo já teve chulé pelo menos uma vez na vida, não é mesmo? Tirar os sapatos, em qualquer ocasião que seja, acaba se tornando um constrangimento – e não deveria ser. Se não é frequente, o odor dos pés e de outras áreas do corpo pode ser causada por fatores externos, como o tipo de sapato que é utilizado, por exemplo. Mas, e quando o problema é recorrente e interfere diretamente na qualidade de vida, se tornando desagradável e constrangedor? Aí, o mais indicado é procurar pela causa do problema que muito provavelmente estará ligado à Bromidrose!

O que é a Bromidrose e qual é a sua relação com o mau cheiro nos pés?

Primeiro, precisamos entender que há dois tipos de glândulas sudoríparas em nosso corpo: as écrinas, que estão distribuídas pelo corpo todo e funcionam como reguladoras de temperatura corporal. Já as apócrinas, o segundo tipo, estão em apenas alguns lugares do corpo, como axilas, couro cabeludo, região genital, entre outro locais, e diferentemente do suor eliminado pelas écrinas, elas eliminam restos celulares no suor, além da água e sais minerais. Esses restos é que são os culpados pelos odores desagradáveis do suor nessa região do corpo, porque estão expostos à ação das bactérias e fungos – principalmente porque são regiões onde predominam o calor, umidade e falta de luz. É exatamente essa condição que é conhecida como Bromidrose!

No caso do chulé, ela recebe o nome de Bromidrose Plantar, porque se instala nos pés. Mas, tem um porém: as glândulas sudoríparas dos pés são as écrinas. Então, por que algumas pessoas sofrem com chulé?

A principal causa: nossos hábitos

Algumas pessoas sofrem com chulé, porque a causa principal para o mau odor na região, ainda assim, são as bactérias. Temos o hábito de usar meia e sapatos fechados a maior parte do tempo, independente da estação do ano.

Isso faz com que nossos pés suem mais para manter a temperatura ideal, mas esse suor tem dificuldade em evaporar, por estarmos sempre com sapatos fechados. Isso contribui com a umidade e a proliferação das bactérias.

Tem outras questões: temos queratina na pele, que constantemente é renovada. A degradação dessa queratina também serve de alimentos para as bactérias, e quando há umidade ela se destaca da pele com ainda mais facilidade.

O que mais causa a Bromidrose?

Além da umidade causada pelo suor e pelo tempo que permanecemos com os pés fechados, alguns outros pontos podem facilitar o aparecimento do chulé:

– Pessoas que suam demais (hiperidrose) obviamente apresentam maiores chances

– Má higiene dos pés

– Usar as mesmas meias ou sapatos em dias seguidos, principalmente meias de tecido sintético, que não absorvem o suor (ao contrário das de algodão).

– Alimentos que podem mudar a composição do suor, como alho, cebola, álcool, entre outros.

– Obesidade, diabetes e tabagismo

Como eliminar o chulé?

O primeiro passo tem muito a ver com a ventilação dos seus pés! Ou seja, evitar a condição ideal para que as bactérias do mau cheiro não apareçam. Algumas medidas você pode começar a tomar:

– Não use o mesmo sapato em dias seguidos. Reveze com outros pares e, no dia em que não estiver usando um par, coloque-o em local ventilado e exposto ao sol, se possível.

– Na hora de comprar seus pares, pense nisso também. Prefira os que possibilitarão maior ventilação ao usar.

– Tente evitar os sapatos feitos de materiais como borrachas e plásticos.

– A meia ajuda a absorver o suor, portanto, tente usá-las com os sapatos sempre, dando preferência às de algodão, que absorvem a transpiração.

– Em casa, ande descalço ou de chinelo. Deixe os pés respirarem livremente enquanto podem!

– Lave os pés com sabão antisséptico e seque-os bem, usando secador de cabelos se necessário.

 

Em todo caso, se você perceber que o seu problema é um pouco maior e surge independentemente desses cuidados, ou de maneira exagerada, não deixe de procurar a ajuda de um dermatologista, pois a hiperidrose, embora não seja grave, tem tratamento!

Tem alguma dúvida sobre chulé e gostaria de compartilhar conosco? Então, pergunte ao dermatologista, e ele responderá em breve!

 

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)