cicatrizes-de-acne-no-rosto
Perguntas e respostas

A acne foi embora, mas deixou marcas na pele: o que fazer?

Já explicamos por aqui e debatemos diversas formas de tratar as espinhas, seus tipos, como prevenir seu aparecimento e demais problemas relacionados. Porém, muitas pessoas têm problemas que vão muito além do surgimento dessas inflamações: as cicatrizes permanentes que elas deixam.

Se tratar as espinhas já não é tarefa fácil, dependendo do caso, suas marcas também não. Então, para que seja possível tratar corretamente esse quadro, é necessário entender como elas agem e de que forma deixam seus sinais.

A verdade sobre as cicatrizes de acne

Muita gente diz que espremer espinhas não é a solução mais adequada para se livrar delas, e essa é a mais pura verdade: as espinhas são nada mais que erupções cutâneas e, ao espremê-las, estamos na verdade espremendo a pele. Isso pode causar marcas à pele quando a acne secar.

Por outro lado, se engana quem pensa que as cicatrizes de acnes são ocasionadas apenas pelo fato de mexermos nelas. Na verdade, há uma série de razões para que deixem suas marcas.

Grande parte desses casos em que ficam as marcas é causada por pequenos cistos que acabam abaixo da pele e não se ligam à superfície, ficando ali a inflamação. E um detalhe: na medida em que envelhecemos, essas cicatrizes acabam ficando mais evidentes, pois a produção de colágeno começa a diminuir e pele fica mais flácida, fazendo com que as cicatrizes fiquem mais aparentes.

As cicatrizes formadas também estão muito relacionadas à quantidade de produção de colágeno do seu corpo. Quanto menos colágeno, menor a capacidade da pele reverter os danos causados pelas acnes, causando cicatrizes e deformidades ainda maiores e mais sérias.

Além disso, quanto mais tarde for iniciado o tratamento da acne, maiores são as chances de surgirem cicatrizes.

Como evitar que isso aconteça?

O primeiro dos cuidados está ligado aos produtos utilizados para o tratamento da acne. Se não são indicados para o seu tipo de pele, podem acabar inflamando-a. Por isso, é tão importante que o seu dermatologista analise sua pele e indique um produto que além ajudar no tratamento das espinhas, seja compatível com sua pele e não traga problemas adicionais.

Tem solução? Quais são os tratamentos?

De certo modo, sim. Na verdade, a cura é da acne, a cicatriz é apenas a marca que fica e tudo dependerá se a acne foi tratada corretamente. Do ponto de vista estético, dá pra diminuir bastante, tornando-as bem pouco perceptíveis, mas é preciso que seja estudado, antes de qualquer coisa, os danos e a inflamação no seu caso.

Para começar a tratar essas cicatrizes, independente da forma mais adequada, é necessário tratar todas as espinhas ainda em atividade. Quando a pele ainda está com lesões recentes, significa que ela continua inflamada, o que anulará os resultados do tratamento. Portanto, primeiro resolvemos o problema central, depois suas marcas.

Outro ponto é que o dermatologista de sua confiança deverá verificar o tipo de pele e o tipo de cicatriz também, o que indicará tratamentos diferentes. Por exemplo, quando as marcas da acne estão mais elevadas em relação à pele, há opções de tratamentos como laser, cremes e géis, injeções de corticosteroides e até mesmo cirurgias. Nos casos das acnes deprimidas, além dos tratamentos citados até agora, há as terapias com colágeno, microagulhamento, preenchimentos, peelings, entre tantos outros.

Dicas muito importantes

Como sempre, o protetor solar é o apoio para qualquer quadro relacionado à pele. Nenhum tratamento dará certo e trará os resultados, se não for utilizado o protetor solar junto e no caso das cicatrizes de acne não seria diferente. O sol pode acabar agravando e escurecendo as cicatrizes.

 

Se você tem alguma dúvida sobre essa condição, gostaria de saber mais detalhes sobre os tratamentos, ou tem qualquer outra dúvida dermatológica, fique à vontade e envie para a nossa dermatologista!

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)

  • Responder Leandro 22 de agosto de 2017 at 13:26

    Olá Boa tarde
    Bom,eu tenho acne e estou usando o clindoxyl control 10g há cerca de 20 dias
    Percebi que Minha pele está bem mais seca e descamando,mas ainda nasce algumas espinhas, isso é normal?
    Obrigado!!!!!

    • Responder Pergunte Ao Dermatologista 25 de agosto de 2017 at 18:40

      Olá Leandro! Durante o tratamento ainda podem surgir algumas espinhas, mas no geral a pele deve melhorar bastante e as espinhas devem ser menores. Não deixe de procurar seu dermatologista pra ser orientado após o término do tratamento.