GettyImages-155418338-570354165f9b581408ac74a1
Perguntas e respostas

No mês da Psoríase, tudo o que você precisa saber sobre a doença

Para quem não sabe, no dia 29 de Outubro é comemorado o Dia Nacional de Conscientização da Psoríase, uma campanha promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, para orientar e lembrar a importância do tratamento da psoríase – sim, ele existe! Durante todo o mês de Outubro são realizadas ações especiais sobre o tema.

É claro que aqui esse dia não poderia passar em branco. Ele é comemorado apenas no dia 29, mas há ações durante todo o mês, então é valido falar desse assunto o quanto antes – e todos os dias também, é claro!

Se você tem psoríase ou conhece alguém com o problema, sabe que, por vezes, a pessoa se priva de muitas coisas por causa do incômodo causado pela doença. A ideia é melhorar muito a qualidade de vida das pessoas portadoras de psoríase, mostrando que o tratamento adequado pode sim levar ao controle da situação!

Importante lembrar

Existe um pilar importante para que a pessoa com psoríase possa conviver de forma tranquila com sua doença: o diagnóstico correto; o acesso à informação; e os cuidados corretos com a doença.

Então, o que exatamente é a psoríase?

Para começar, não é uma doença contagiosa. A psoríase é uma doença inflamatória, sem cura, mas com períodos de melhora e piora. São conhecidas por manchas avermelhadas e escamosas na pele, de causa desconhecida. O que se sabe, até o momento, é que ela está relacionada ao sistema imunológico, ao ambiente e também às causas genéticas.

A partir disso, são realizados os diagnósticos pelos dermatologistas, para entender em qual momento e qual é o gatilho para a psoríase em determinado individuo. Assim, é possível iniciar um tratamento adequado e até mesmo aprender a evitar as situações que ocasionam a piora da doença. Isso acontece porque há vários tipos de psoríase.

Como viver com qualidade, tendo psoríase?

Como dissemos, os portadores de psoríase acabam perdendo relativamente sua qualidade de vida, quando passam a deixar de fazer algo por vergonha das manchas pelo corpo.

É possível, através de algumas atitudes, melhorar o aspecto das manchas, ao ponto de minimizá-las e torná-las quase imperceptíveis. São eles:

– Manter hábitos saudáveis;

– Tente manter uma vida mais tranquila e evitar situações  estressantes, pois o stress pode agravar a doença;

– O sol, na medida certa, é um aliado. Converse sobre com o seu dermatologista;

Quais são os tipos de tratamento possíveis?

É necessário frisar, antes de qualquer coisa, que tratamento, nesse caso, não resulta em cura. Ainda é desconhecida a cura para a psoríase, mas, como dissemos anteriormente, é possível viver bem com o problema, mantendo os sintomas em perfeito controle.

Há muitos tipos de tratamentos e diversos graus de psoríase. Em casos onde a doença se apresenta de forma mais leve, algumas medidas como as já citadas anteriormente, podem ser o suficiente para manter a situação sob controle. Além de adotar hábitos mais saudáveis, é preciso hidratar bem a pele e aplicar o medicamento indicado pelo seu dermatologista. Em geral os corticóides tópicos (aplicados na pele)  são a base do tratamento da psoríase. O sol, desde que com moderação, também pode fazer bem para a pele nesses casos.

Já nos casos um pouco mais sérios, medicamentos via oral, ou até mesmo injetáveis, além da fototerapia, com aplicação da luz ultravioleta, podem ajudar.

O importante é que as pessoas saibam que, não importa a gravidade de sua psoríase, com paciência e os cuidados corretos, é possível amenizar o problema de uma forma satisfatória.

Dicas

Não deixe de tratar a psoríase, nem pare seu tratamento no meio. Alguns casos podem evoluir para situações ainda mais críticas. Além disso, tente adotar hábito que possam ajudar em um momento de crise, entre eles a prática de esportes (que também ajudam bastante no suporte psicológico); a hidratação correta da pele; a depilação, que deve ser evitada nos momentos de crise; os cosméticos devem ser escolhidos com muita cautela e observando seus componentes; prefira sempre roupas leves, que deixem a pele respirar, como as de tecidos de algodão.

 

Lembre-se de procurar SEMPRE a ajuda de um dermatologista. Como já dito anteriormente, os cuidados corretos podem reduzir a psoríases a níveis muito baixos. Se você tem, ou conhece alguém que precise ler essas informações, compartilhe! E, caso tenha alguma dúvida, faça sua pergunta à dermatologista!

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)

  • Responder barbara 26 de outubro de 2017 at 11:13

    Depois que minha bebe nasceu meu rosto ficou super feio manchado queria muito passar esses acidos que dizem ser muito bom, o acido glicolico foi o que me chamou mais a atençao, queria saber qual voce indicaria porque sei que tem muitos. aguardo

    • Responder Pergunte Ao Dermatologista 29 de outubro de 2017 at 15:54

      Bárbara, realmente há muitos tipos, e o ácido glicólico é um deles. Mas pra poder indicar o melhor é preciso que você seja examinada, pois seu tipo de pele é importante, local das manchas, se está amamentando, etc.