Perguntas e respostas

Óleo de semente de uva na pele e cabelos: funciona mesmo?

Se você é antenado e conhece muitas receitas ou dicas de produtos para a pele, provavelmente já ouviu falar no óleo de semente de uva. Será que ele realmente funciona? O que ele pode fazer por sua pele e como encontrá-lo?

O que é o óleo de semente de uva?

Sim, ele é realmente extraído das minúsculas sementes da uva. É um processo um pouco demorado, mas o resultado é um óleo rico em nutrientes e outros ativos importantes para a pele, como um alto teor de ácidos graxos e Vitamina E.

falamos aqui, por exemplo, sobre o resveratrol, também conhecido como a molécula da longevidade. Essa substância é encontrada na casca da uva.

Ele traz benefícios reais à pele?

Como já explicamos em algumas postagens, a Vitamina E, presente no óleo de semente de uva, é um poderoso antioxidante que ajuda neutralizar os radicais livres do corpo. A vitamina E também é conhecida pelo seu poder de regeneração celular.

Ou seja, até aí já são dois benefícios: o de proteção aos danos do sol e do avanço do tempo. Porém, por causa de suas propriedades hidratantes e regeneradoras, ele melhora a elasticidade da pele, ajudando a prevenir também as estrias quando utilizado em complemento ao creme hidratante. Seus nutrientes também podem melhorar, de forma significativa, manchas e outras marcas causadas pela exposição excessiva ao sol.

Aliás, por causa do resveratrol, ele também é tido como anti-inflamatório e adstringente. Por isso, em alguns casos também pode ajudar no tratamento de acnes e até cravos.

Dica interessante

Além da pele, os cabelos também podem sair ganhando com o óleo de semente de uva, tanto do ponto de vista estético, hidratando e nutrindo os fios, quanto com cuidados mais importantes, como no tratamento da dermatite seborreica.

Como utilizar o óleo de semente de uva na pele e cabelos?

Antes de qualquer coisa, recomendamos sempre o uso do produto em sua forma pura. Por isso, é sempre mais indicado que um dermatologista recomende algum produto específico, ou que você procure em lojas de produtos naturais, ou então leia atentamente ao rótulo para que não contenha outros produtos que comprometam a eficácia do óleo.

Por ser mais leve que os demais óleos, ele pode ser utilizado diretamente na pele, como um hidratante, assim como pode também ser adicionado ao produto hidratante para complementar o processo de hidratação.

O mesmo no caso dos produtos para cabelo, mas ele também pode ser aplicado diretamente, de preferência quando levemente aquecido.

Ele é indicado em aéreas de pele seca, como braços e pernas. Pessoas de pele oleosa não podem aplicá-lo na face, para evitar o surgimento de espinhas, sendo que se tiverem pele seca (por exemplo, mulheres na menopausa) podem aplicar na face sim. E nos cabelos a aplicação deve ser feita no comprimento e pontas (não na raiz) pra não causar caspa e dermatites.

 

Quais são suas experiências com o óleo de semente de uva? Restou alguma dúvida sobre o produto? Se sim, nossa dermatologista pode te ajudar, basta enviar sua pergunta para ela!

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)