8-simple-ways-to-use-baking-soda-to-whiten-underarms
Perguntas e respostas

7 dicas para não sofrer com foliculite, os temidos pelos encravados.

O calor chegou e com ele várias dúvidas sobre os cuidados com a pele aparecem, mas elas não vêm sozinhas e nem por acaso: essa época realmente requer cuidados especiais. Com as altas temperaturas, a saída é deixar o corpo mais exposto. Como todos sabem, o calor e a umidade – além dos raios UV, que frequentemente falamos aqui – tornam-se vilões. Eis aí o grande o motivo de atenção redobrada!

Um desses problemas é a foliculite, popularmente conhecida como o problema de pelos encravados.  Ela nada mais é que uma inflamação dos folículos, ou seja, os poros por onde saem os pelos.

Como acontece a foliculite e porque aparece especialmente no Verão?

Para começar, é preciso saber que ela pode acontecer em qualquer parte do corpo que tenha pelos, mas é muito mais frequente em regiões onde o atrito pode ser maior. Nas mulheres, por exemplo, acontece com mais frequência nas axilas e virilha. Já nos homens, a região do pescoço, próximo à barba, é onde mais costumam dar as caras.

No Verão essa situação se torna ainda mais frequente, porque é favorecida pelo calor e umidade, que acabam causando inflamações. Outra questão é a depilação e o barbear, que se tornam mais frequentes também nessa época.

Lâmina ou cera, qual forma de eliminação dos pelos favorece a foliculite?

Na verdade, as duas! A cera, seja ela quente ou fria, faz a remoção por inteiro do pelo, o que acaba deixando os poros abertos. Já as lâminas, podem causar corte ou irritações e facilitar a entrada de bactérias.

Quais são os sintomas?

Há alguns sintomas a depender do grau da foliculite. Ela pode ser mais superficial, ou mais profunda, que são casos mais raros.

Na mais superficial, podemos identificar como o surgimento de pequenas espinhas avermelhadas, uma leve inflamação da pele, e até mesmo coceira na pele, que fica mais sensível.

Quando a foliculite se encontra em um grau mais profundo, há a formação de furúnculos.  Nesses casos, as áreas avermelhadas são maiores, há a presença de pus e dor em vários graus de intensidade.

7 dicas para evitar ou combater a foliculite.

Qualquer pessoa pode desenvolver a foliculite e essa época é muito favorável. Portanto, essas dicas são de extrema importância para que você tome cuidado em determinadas situações. Caso você tenha assimilado os sintomas e já esteja com esse problema, as dicas abaixo também poderão ajudar, mas é muito importante que faça um acompanhamento com o dermatologista para que ele possa eliminar a possibilidade de qualquer outro problema e indicar o tratamento correto para o seu caso.

  1. Se for à praia ou se expor por mais tempo ao sol e precisa se depilar, faça isso um pouco antes, não na véspera. A depilação 2 dias antes de se expor ao sol é o tempo ideal.
  2. Se possível, ao utilizar lâminas, nunca reutilize, nem as suas, nem de outras pessoas. Se houver algum machucado ou corte durante a depilação, a lâmina já usada poderá favorecer a inflamação dos poros.
  3. Não utilizar roupas que possam abafar uma região, que sejam muito apertadas, e nem passe muito tempo com roupas de banho molhadas.

Caso você já esteja com alguma inflamação:

  1. Antisséptico e antibiótico são os remédios corretos a serem utilizados no local, tudo com o acompanhamento do seu dermatologista.
  2. Proteja do sol a região com foliculite.
  3. Não tente, de forma alguma, cutucar o pelo encravado. Além de agravar a situação, poderá causar manchas e cicatrizes difíceis de remover em sua pele. O medicamento e a consulta com o dermatologista são o suficiente para trata de forma adequada.
  4. Caso a situação se agrave e você perceba que o pelo encravado esteja muito fundo, o ideal é procurar o dermatologista imediatamente.

 

E aí, você já teve problemas com pelos encravados? Se tiver alguma dúvida e quer aproveitar o verão sem problemas, mande sua pergunta para a nossa dermatologista!

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)