sunscreen
Perguntas e respostas

Diferenças entre raios UVA e UVB: você conhece?

Todo mundo já ouviu falar sobre os raios UVA e UVB e grande parte das pessoas já entendeu a importância de se proteger todos os dias dessa radiação. Mas, será que todo mundo realmente conhece esses raios e a forma como agem? Qual é a diferença entre eles e de que forma podemos nos proteger melhor conhecendo essas diferenças? Vamos explicar isso hoje.

O que são os Raios UV?

Para entender a diferença entre UVA e UVB, precisamos entender primeiro o que são exatamente os Raios UV. Eles nada mais são que raios de luz emitidos pelo sol, invisíveis ao olho humano, mas com grande efeito sobre a pele. Quando falamos em UVA e UVB, estamos falando sobre os tipos de raios. Há também os raios UVC, que são os tipos mais perigosos entre os três, porém são filtrados pela camada de ozônio. Portanto, a superfície da Terra não tem contato com esses raios.

Raios UVA

Esses são os tipos de raios que conseguem atingir as camadas mais profundas da pele. Inclusive, são eles os principais causadores de problemas de pele, como o envelhecimento, manchas, danos, doenças.

Além de ser o tipo de raio UV que penetra mais profundamente a pele, eles também são mais perigosos por outros dois motivos: primeiro, porque aparecem até em dias nublados, quando o sol não aparece, porque conseguem atravessar as nuvens, portanto são mais frequentes que os raios UVB. O outro motivo é que eles são totalmente indolores, diferentemente dos raios UVB, que podemos senti-los e “ardem” ao tocar a pele.

Raios UVB

Já os raios UVB atingem as camadas mais superficiais e são aqueles que deixam a pele avermelhada, bronzeada ou com queimaduras, dependendo do tempo de exposição ao sol.

Esses atingem a Terra em menor intensidade, diferentemente dos raios UVA, pois são bloqueados pelas nuvens e outras barreiras, como os vidros, por exemplo.  Porém, quando em maior intensidade, eles também podem causar queimaduras, reações alérgicas, entre outros problemas, então, também devemos nos proteger desse tipo de raio.

FPS e PPD corretos

Conhecendo as diferenças entre UVA e UVB, tem outra informação que também é muito importante: você sabia que o FPS, ou seja, o Fator de Proteção Solar indicado na embalagem, significa o nível de proteção apenas contra os raios UVB? Ou seja, é preciso procurar na embalagem se ele também oferece algum tipo de proteção contra os raios UVA, já que são diferentes.

O número do FPS indica por quanto tempo você pode se expor ao sol, antes de começar a se queimar. Então, por exemplo, com o FPS 15 você pode se expor por 150 minutos. Depois disso, é necessário passar o filtro solar novamente. Logico que esse tempo de exposição dependerá também da sua cor de pele, sendo menor para as peles mais claras.

Mas, se o FPS significa o fator de proteção solar apenas para os raios UVB, então, como saber qual é o fator de proteção para os raios UVA? Nesse caso, é preciso verificar na embalagem se o produto oferece o fator de proteção PPD, que representa a proteção da pele contra a incidências dos raios UVA. O dois possuem certa relação, sendo que o PPD ideal representará cerca de 1/3 do FPS. Por exemplo, se o seu FPS ideal for o 15, o PPD deve ser, no mínimo, de 5.

Portanto, é muito importante analisar se o protetor solar protege contra os dois tipos de raios, afinal, os raios UVA prejudicam nossa pele o ano inteiro e são mais graves.

 

Ficou com alguma dúvida sobre os fatores de proteção ou sobre os problemas resultantes de cada tipo de raios UV? Fique à vontade e envie sua pergunta para a nossa dermatologista!

COMENTÁRIOS


Lembre-se: este site não realiza consultas online nem receita medicamentos ou cosméticos. Reservamos o direito de escolher quais perguntas responder e apenas tiramos dúvidas específicas sobre problemas de pele.



COMENTÁRIOS




Escreva sua mensagem (Máx. 250 caracteres)